Tradição esquecida

terça-feira, 12 de maio de 2009

E não é que agora o dinheiro público já começa a ser investido para o embelezamento da cidade e divulgação da Fenamilho? É só chegar essa época do ano e já vemos caravanas e caravanas de turistas de todo o Brasil prontos para se esbaldarem do evento, que é fator obrigatório de todo morador patense que se entenda por gente e claro só ocorre uma vez por ano. Não que eu quisesse que acontecesse mais vezes ao ano, porque isso colocaria a economia dos cidadãos de Patos toda a perder... Mas meu protesto fica mesmo para as tradições e eventos culturais da festa que foram deixadas de lado e trocadas por shows e concursos de beleza (ou cachê, entenda como quizer). Não se vê mais com tanta frequência a importância que a festa representa pra cidade e sim o quanto é importante participar dela, pois aqui nessa cidade a economia para ir pra lá começa desde janeiro e fevereiro, quando os lotes de passaporte começam a despontar nos postos de venda. Concluindo, os pratos típicos e desfiles representam menos importância do que os rodeios e shows, mas pelo menos eles não deixaram de existir, por enquanto né?! Ou você por acaso, já viu feira de artesanato e serestas no parque? Improvável, no máximo verá exposição de raças de bois e afins e nesse ano até exposição de som automotivo (nada contra, mas nada cultural também...). É isso, ando meio sem tempo pra postar aqui mas vou fazer um esforço.

1 comentários:

Nádia disse...

É isso ai filhão, antes quando morava em BH vinha todos os anos com uma turma boa de ônibus fretado ( ajeitado pelo Gaguinho, grande amigo que não sei mais por onde anda...)Vinhamos todos de lá especialmente pra festa!
Tinha tradição, música raiz, Encontrão na Praça, a cultura tinha muito mais valor! Saudades!!!

 
◄ Design by Pocket