sábado, 16 de maio de 2009

O que muda em uma semana? O que muda em um minuto? O que muda em um dia? A temperatura? O clima? Um sentimento? Uma vida inteira? Até quando estaremos predispostos a mudanças bruscas de comportamento? Ou o que fazer para acompanhar essa mudança sem ter que criar outra maior? Por que a vida não segue um padrão mais lógico e menos inesperado? O que aconteceria sem tantas reviravoltas? Acabaria com a graça? Como responder essas perguntas sem fazer outras?

0 comentários:

 
◄ Design by Pocket