Novo vídeo com comparações de gaitas

terça-feira, 28 de junho de 2011

Mesmo com a aceitação errada de algumas pessoas com seu primeiro vídeo, o Marcos Castelani decidiu continuar com o canal de vídeos dele, iniciativa da qual eu apoio e acho extremamente necessária. Vale lembrar que assim como meu blog, o vídeo mostra a opinião dele com os modelos de gaita e com a experiência que ele obteve tocando gaita durante alguns anos, ou seja é bastante pessoal, não é pra levar bem ao pé da letra e sim se para se basear e orientar melhor. E pra quem ainda procura mais opiniões e informações sobre os modelos de gaita encontradas no mercado, fica aqui mais uma contribuição dele:

Comparações entre gaitas e a falsa sensação de democracia

segunda-feira, 20 de junho de 2011


Ontem meu amigo harmonicista Marcos Castelani resolveu fazer um vídeo comparativo entre alguns modelos de gaita que ele dispõe e utiliza. Achei uma iniciativa genial, uma vez em que ele está dando continuidade de maneira muito mais dinâmica no que eu tenho tentado fazer com meus reviews desse blog. É uma forma bem prática e que orienta bem melhor as pessoas que estiverem com dúvida sobre qual a primeira ou próxima gaita a adquirir. Claro que todos esses reviews e comparações são feitas de maneira pessoal, sempre baseadas em nossas experiências com os instrumentos e com isso, pode ser que a experiência de outro gaitista seja diferente da nossa, mas é essencial que nossa opinião seja aceita. Assim como eu e o Marcos nos preocupamos em mostrar nossa opinião, é necessário que ela também seja discutida e fomentada a partir daí, pois como eu sempre digo é difícil encontrar esse tipo de material na internet e muito dinheiro e tempo de iniciantes é jogado fora. Sem contar também lojistas desinformados, professores com descaso, etc. Além do mais nosso espaço como gaitistas em redes sociais e fóruns vem só crescendo e se não existir essa "liberdade de expressão" o instrumento continuará permanentemente em segundo plano.

Há quem diga que é necessário ser perito em determinados assuntos para que eles possam ser discutidos em público. Eu prefiro acreditar que é necessário se expressar e usufruir de cada oportunidade de expor suas opiniões e dúvidas para que você encontre novos pontos de vista e perspectivas que antes você acreditava conhecer, mas que percebe estar errado e com isso se especializar e aí sim poder se considerar interado do assunto. E é isso que acontece comigo desde que comecei a postar nesse blog e nem por isso eu privo as pessoas de me criticarem e nem tento reduzir o espaço delas. Alias o que seria desse blog e de tudo que eu aprendi sobre gaitas se não existisse essa sensação de democracia?

Novo fórum e o descaso da gaita no Brasil

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Há quase uma década o Portal Gaitanet nos mantém informados e disponibiliza o melhor fórum brasileiro sobre gaitas encontrado na rede. Visando agora uma melhor navegação e experiência do usuário o famigerado fórum agora está hospedado no novo endereço: http://forum.gaitista.com/. Com uma interface mais limpa, leve e dinâmica o fórum já ostenta mais de 500 mensagens e a promessa é que coisas boas só venham a surgir e que o espaço democrático seja mantido com a finalidade de manter iniciantes, amadores e profissionais sempre interagidos e com suas dúvidas e dificuldades sempre respondidas.

Indo na contramão do progresso do Gaitanet o espaço do harmonicista no Brasil só vem perdendo espaço após o encerramento de atividades da Bends. Nunca pensei que os workshops mensais e o eficiente acompanhamento de feeds por e-mail da Bends fossem fazer tanta falta! Sem falar dos rumores sobre o lançamento de dois modelos novos da Hering que agora se tornou lenda e a cada dia que passa o site da mesma se encontra mais abandonado e jogado as moscas (situação que já rola há vários meses...). O descaso da fábrica que só se dispôs a trabalhar e progredir após a ameaça de mercado gerada pela Bends novamente se iniciou e para piorar novamente ocorreu um boom inexplicável nos preços das gaitas que novamente monopolizarão o mercado já que a escassez dos modelos da Bends começa a deslanchar nas lojas de instrumentos por todo o país. Fica agora uma incógnita: pagar caro pelas importadas Suzukis e Hohners e garantir tecnologia, durabilidade e novidades ou também pagar caro pelas Herings nacionais e continuar com modelos estagnados e pouco duradouros?
 
◄ Design by Pocket